Dedo de Deus, Agulha do Diabo

performance, 30’ em média, 2012
PALÁCIO QUITANDINHA, PETRÓPOLIS, RJ

Posiciono-me no centro do Salão Mauá do Palácio Quitandinha, abaixo de sua grande cúpula que produz no ambiente um eco de 14 vezes para cada som produzido. Suspendo um dos braços apontando o dedo indicador em direção ao público. O dedo que aponta tem amarrada em sua extremidade uma agulha. Ao meu entorno, disponibilizo ao público centenas de balões brancos. (fotos: Adriano Facuri)

close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star